A Coordenação de Pesquisa Institucional é o local de atuação do Pesquisador Institucional, interlocutor entre o MEC e a IES, instituído pela Portaria nº. 46, de 10 de janeiro de 2005. Cabe ao Pesquisador Institucional, entre outras atribuições, a responsabilidade pelo cadastro dos cursos de graduação e de pós-graduação  lato sensu e as ações referentes a:

 

REGULAÇÃO/SUPERVISÃO

  • Abertura de processos regulatórios de reconhecimento e renovação de reconhecimento de cursos; recredenciamento institucional e para EAD;
  • Acompanhamento dos prazos e orientações para o preenchimento de processos e respostas  à diligências;
  • Orientações e acompanhamento nas visitas in loco; cadastro dos cursos lato sensu;
  • Acesso, delegado pela reitora, ao sistema e-Mec para confirmar a participação de avaliadores de nossa IES em avaliações externas, bem como coletar, dos coordenadores de curso, informações sobre a avaliação dos avaliadores externos e enviar ao MEC.

 

CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR

  • Coleta e conferência de dados para o preenchimento do Censo da Educação Superior que servem de base para alguns processos cruciais à Instituição como: componentes para alocação de recursos da matriz orçamentária e geração de indicadores institucionais, etc;
  • Validação dos dados do Censo da Educação superior em outras IFES.

 

 ENADE

  • Enquadrar os cursos na respectiva área de abrangência para a realização do ENADE;
  • Realizar reuniões com os coordenadores dos cursos participantes do ciclo avaliativo do ENADE, falando sobre a importância do ENADE, alertando para os critérios de inscrição e o cumprimento dos prazos estabelecidos na Portaria Normativa do ciclo do ENADE;
  • Acompanhar o processo de inscrição pelo coordenador de curso;
  • Realizar reuniões com os estudantes concluintes falando sobre a obrigatoriedade da realização do ENADE e do preenchimento do questionário do estudante, bem como alertá-los para a responsabilidade que tem na realização da prova;
  • Realizar reuniões com os coordenadores dos cursos após a divulgação dos alunos regulares para analisar as justificativas daqueles que não compareceram às provas;
  • Realizar reuniões com os coordenadores dos cursos após a divulgação do conceito ENADE para discutir os relatórios de avaliação dos cursos.

      Cabe também ao PI o cumprimento de demais ações solicitadas através da Caixa de Mensagens do Sistema e-MEC, bem como leitura e repasse de legislações enviadas pelo MEC.